Salomão: uma vida fundamentada em sacrifício X uma vida fundamentada em prazeres

1 Ora, Salomão celebrou uma aliança com Faraó, rei do Egito, pois tomou por mulher a filha dele; e a trouxe à cidade de Davi, até que acabasse de edificar a sua casa, e a casa do Senhor, e a muralha de Jerusalém em redor. 2 Entretanto o povo oferecia sacrifícios sobre os altos, porque até aqueles dias ainda não se havia edificado um templo para YAHWEH, ao nome do ETERNO. 3 E Salomão amava ao Senhor, o que demonstrava mediante as suas atitudes e modo de andar de acordo com as orientações do seu Pai Davi; mas também oferecia sacrifícios e queimava incenso nos lugares sagrados, nos montes. 4 Foi, pois, o rei a Gibeão para oferecer sacrifícios ali, porque aquele era o principal dentre os altos; mil holocaustos sacrificou Salomão naquele altar. 5 Em Gibeão apareceu o Senhor a Salomão de noite em sonhos, e disse-lhe: Pede o que queres que eu te dê. 6 Respondeu Salomão: De grande benevolência usaste para com teu servo Dai, meu pai, porquanto ele andou diante de ti em verdade, em justiça, e em retidão de coração para contigo; e guardaste-lhe esta grande benevolência, e lhe deste um filho, que se assentasse no seu trono, como se vê neste dia. 7 Agora, pois, ó Senhor meu Deus, tu fizeste reinar teu servo em lugar de Davi, meu pai. E eu sou apenas um menino pequeno; não sei como sair, nem como entrar. 8 Teu servo está no meio do teu povo que elegeste, povo grande, que nem se pode contar, nem numerar, pela sua multidão. 9 Dá, pois, a teu servo um coração entendido para julgar o teu povo, para que prudentemente discirna entre o bem e o mal; porque, quem poderia julgar a este teu tão grande povo? 10 E pareceu bem aos olhos do Senhor o ter Salomão pedido tal coisa. (o desejo de Salomão muito agradou ao Senhor) 11 Pelo que Deus lhe disse: Porquanto pediste isso, e não pediste para ti muitos dias, nem riquezas, nem a vida de teus inimigos, mas pediste entendimento para discernires o que é justo, 12 eis que faço segundo as tuas palavras. Eis que te dou um coração tão sábio e entendido, que antes de ti teu igual não houve, e depois de ti teu igual não se levantará. 13 Também te dou o que não pediste, assim riquezas como glória; de modo que não haverá teu igual entre os reis, por todos os teus dias. 14 E ainda, se andares nos meus caminhos, guardando os meus estatutos e os meus mandamentos, como andou Davi, 15 Então Salomão acordou, e eis que era sonho. E, voltando ele a Jerusalém, pôs-se diante da arca do pacto do Senhor, sacrificou holocaustos e preparou sacrifícios pacíficos, e deu um banquete a todos os seus servos. 1Re 3

  • Salomão teve um excelente começo. Apoiou  a sua vida no principio do casamento. Não sei se foi a melhor escolha, mas casou-se com a filha do Faraó do Egito. Quem casa faz aliança com os pais do cônjuge também.
  1. Salomão se apegou ao Deus Eterno com amor
  • Caráter = demonstrava mediante suas atitudes.
  • Discipulado = Andava de acordo com as orientações do seu pai Davi.
  • Tinha um relacionamento pessoal com Deus = oferecia sacrifícios e queimava incenso (oração) nos lugares sagrados.
  • Lembre-se que ainda não se havia edificado um templo para YAHWEH.
  • Salomão vivia um estilo de vida focado em dar a Deus o que ELE queria. 
  • Não estava focado em buscar o que queria ou precisava.
  • Dia a dia estava construindo um coração adorador
  • Então ele foi ao principal lugar de culto, a GIBEON (o monte mais alto), onde o tabernáculo de Moises e o altar de holocaustos estavam estabelecidos nos dias de Davi. 1 Cr 21:29
  • E ali, Salomão ofereceu 1000 holocaustos queimados. Ofertas extravagantes liberam revelações e bençãos extravagantes.
  • Salomão, na verdade, ofereceu mais do que 1000 holocaustos, ele ofereceu um coração inteiro para Deus.
  • Buscar-me-eis e me achareis quando? Quando me buscardes de todo coração.
  • Salomão chamou a atenção de Deus. De quem você quer chamar a atenção?
  • Então Deus apareceu para Salomão em sonhosIsto aconteceu em Gibeon, o lugar dos 1000 holocaustos.
  • Deus então lhe disse: Pede-me o que desejares e eu te darei! Perceba, Salomão estava dormindo, era um sonho. 
  • Ele não estava mentalmente consciente, mas creio que estava espiritualmente consciente.
  • Deus estava falando diretamente com o seu espirito.

Deus dá aos seus amados enquanto dorme

  • Salomão adquiriu um espirito saturado da presença de Deus, através de uma vida focada em sacrifício e disciplina.
  • Salomão não respondeu com a alma, mas com o conteúdo que havia no seu espirito. É como quando oramos em línguas, não pedimos o que queremos, mas o que precisamos.

Rom 8:26, E da mesma maneira também o Espirito, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espirito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. 27 E aquele que examina os corações sabe qual é a intenção (mente) do Espirito, e é ele que segundo DEUS intercede pelos santos.

  • Veja o que Deus encontrou no espirito de Salomão, 1 Re 3:6-10.

6 Respondeu Salomão: De grande benevolência usaste para com teu servo Dai, meu pai, porquanto ele andou diante de ti em verdade, em justiça, e em retidão de coração para contigo; e guardaste-lhe esta grande benevolência, e lhe deste um filho, que se assentasse no seu trono, como se vê neste dia. 7 Agora, pois, ó Senhor meu Deus, tu fizeste reinar teu servo em lugar de Davi, meu pai. E eu sou apenas um menino pequeno; não sei como sair, nem como entrar. 8 Teu servo está no meio do teu povo que elegeste, povo grande, que nem se pode contar, nem numerar, pela sua multidão. 9 Dá, pois, a teu servo um coração entendido para julgar o teu povo, para que prudentemente discirna entre o bem e o mal; porque, quem poderia julgar a este teu tão grande povo? 10 E pareceu bem aos olhos do Senhor o ter Salomão pedido tal coisa. (o desejo de Salomão muito agradou ao Senhor)

  • O seu espirito estava edificado, ajustado com a vontade perfeita de DEUS. Saturado de Gratidão, humildade e dependência de Deus.

V10, o desejo de Salomão muito agradou a Deus.

  • Um desejo construído por 1000 holocaustos. Quanto tempo, quantos recursos e quanta devoção na direção do Eterno!
  • Se Deus sondar o nosso coração hoje o que ELE vai encontrar? Sonhos pessoais, ou o sonho DELE em nos?
  • Qual é de fato o conteúdo do nosso espirito e qual é a tendência da nossa alma?

Porque a inclinação (mentalidade) da carne é morte, mas a inclinação (mentalidade) do Espirito é vida e paz. Rom 8:6

  • Se Deus possuir a nossa alma e encontrar em nós um coração para fazer a vontade DELE, ELE vai satisfazer até os nossos caprichos, coisas que nem pedimos para ELE, ELE nos dará!

V15, Então Salomão despertou e compreendeu que havia tido um sonho...

  • Salomão estava focado em DEUS e em como abençoar o seu povo.
  • V16-28, Salomão põe em pratica a sabedoria que recebeu.
  • Dos capitulos 4 até o 10 de 1 Re, percebemos que é inevitável que a sabedoria não traga muita riqueza e muita honra.
  • Salomão se tornou tão rico que nos seus dias a prata era como pedra que se acha nas ruas.
  • Mas com a riqueza vem as oportunidades, algumas boas, outras sutis e perigosas.
  • E Salomão acaba caindo no encantamento de uma vida regada por prazeres, mulheres que comprometeram as duas principais alianças da sua vida: 
  • Deus e o matrimonio (Contrato legal de união entre um homem e uma mulher).

1 Re 11:1 Ora, o rei Salomão amou muitas mulheres estrangeiras, além da filha de Faraó: moabitas, amonitas, edomitas, sidônias e heteias, 2 das nações de que o Senhor dissera aos filhos de Israel: Não ireis para elas, nem elas virão para vós; doutra maneira perverterão o vosso coração para seguirdes os seus deuses. A estas se apegou Salomão, levado pelo amor (paixão). 3 Tinha ele setecentas mulheres, princesas, e trezentas concubinas; e suas mulheres lhe perverteram o coração. 4 Pois sucedeu que, no tempo da velhice de Salomão, suas mulheres lhe perverteram o coração para seguir outros deuses; e seu coração já não era perfeito para com o Senhor seu Deus, como fora o de Davi, seu pai; 5 Salomão seguiu a Astarete, deusa dos sidônios, e a Milcom, abominação dos amonitas. 6 Assim fez Salomão o que era mau aos olhos do Senhor, e não perseverou em seguir, como fizera Davi, seu pai. 7 Nesse tempo edificou Salomão um alto a Quemós, abominação dos moabitas, sobre e monte que está diante de Jerusalém, e a Moleque, abominação dos amonitas. 8 E assim fez para todas as suas mulheres estrangeiras, as quais queimavam incenso e ofereciam sacrifícios a seus deuses. 9 Pelo que o Senhor se indignou contra Salomão, porquanto e seu coração se desviara do Senhor Deus de Israel, o qual duas vezes lhe aparecera, 10 e lhe ordenara expressamente que não seguisse a outros deuses. Ele, porém, não guardou o que o Senhor lhe ordenara. 11 Disse, pois, o Senhor a Salomão: Porquanto houve isto em ti, que não guardaste a meu pacto e os meus estatutos que te ordenei, certamente rasgarei de ti este reino, e o darei a teu servo. 12 Contudo não o farei nos teus dias, por amor de Davi, teu pai; da mão de teu filho o rasgarei.

Sabedoria e riquezas é fruto de uma vida fundamentada em sacrifícios: Oração, jejum e ofertas.

O principio da sabedoria é o Temor do Senhor. Riqueza sem sabedoria é um convite a luxuria.

  • Se abandonamos este fundamento (sacrifício) podemos comprometer tudo.
  • A medida que Salomão negligenciou buscar a Deus ele se tornou vulnerável as ciladas dos prazeres.
  • Não existe um campo neutro. 
  • Ou oferecemos os nossos corpos como sacrifício vivo a Deus, ativando a lei do espirito e vida na nossa vida espiritual, ou ficamos vulneráveis a lei do pecado e da morte.
  • Deveríamos perguntar: Como que um homem tão comprometido se corrompeu? Como que 1000 holocaustos se tornaram em 1000 mulheres? Como que um coração inteiro se tornou em um coração retaliado por falsos deuses?
  • Salomão passou a se enquadrar nas palavras de Paulo: “...mais amantes dos prazeres do que amigos de DEUS...” Tudo depende de uma decisão!
  • Vamos escolher uma vida baseada em sacrifícios ou em prazeres?
  • Então vieram as consequências...

11 Disse, pois, o Senhor a Salomão: Porquanto houve isto em ti, que não guardaste a meu pacto e os meus estatutos que te ordenei, certamente rasgarei de ti este reino, e o darei a teu servo. 12 Contudo não o farei nos teus dias, por amor de Davi, teu pai; da mão de teu filho o rasgarei.

Rom 12: 1 Rogo-vos pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. 2 E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.

Romanos 8:10 diz: Ora, se Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito vive por causa da justiça.

  • Concluindo então,
  • Este é o apelo do Apostolo, enquanto na antiga aliança o sacrificio era morto, na nova aliança podemos oferecer nossos corpos, a inclinação da nossa carne como um sacrificio VIVO. Nossa tarefa é executar as duas posições que nossa carne e espírito possuem – a morte na carne e a vida no espírito. 
  • Existem duas armas poderosas e eficazes que nos ajudam a começar o tipo de mudança em nós que transforma as circunstâncias e obstáculos ao nosso redor: a oração em línguas e o jejum. 
  • Por quê? Porque a oração em línguas edifica o nosso homem espiritual, executando a posição de vida que nosso espírito recebeu no nosso novo nascimento e o jejum executa a posição que a Bíblia declarou sobre nossa carne – que ela está morta. 
  • Assim vamos experimentar vida, sabedoria e PAZ. Benvindo a sua vida no ESPÍRITO!
  • Ap TÚLIO DE SOUZA BORGES