Artigos


·      O que garante um crescimento saudável na fé é a SINCERIDADE e a capacidade progressiva de discernir.

·  O principal propósito de João nesta carta é estimular os discípulos a crescerem, aguçando o discernimento espiritual.

·  A questão não era discernir a vida dos outros, mas olhar para dentro de si.

·  Alguns estavam iludidos, encantados pelo mundo, com a vida espiritual estancada, e ainda justificavam a si mesmos!

·  Existiam aqueles que chamavam as trevas de luz...

·  A relutância de verem a própria vida pela perspectiva da luz e tratarem o que precisava ser corrigido.

Se dissermos que temos comunhão com Ele, e andarmos em trevas, mentimos, e não praticamos a verdade. 1 Jo 1:6

 

·  Existiam aqueles que não tinham compromisso com a palavra (mandamentos)...

Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade. 1 Jo 2:4.

·  Existiam aqueles que a bem da verdade, nunca venceram as trevas...

Aquele que diz que esta na luz, e odeia a seu irmão, até agora está em trevas. 1 Jo 2:9

·  Espiritualmente não saíram do lugar. Bloqueados pela amargura.

·  Existiam aqueles que nunca ganharam sensibilidade para evitar o pecado. Apesar de alegar conhecer a DEUS viviam na PRATICA do pecado...

Qualquer que permanece NELE não peca; qualquer que peca (pratica) não o viu nem o conheceu. 3:6

·  Quem não permanece, tem o novo nascimento questionado.

·  A palavra chave é PERMANECE.  E lembre-se: tem casos que podem se tornar bem críticos...

Se alguém vir pecar seu irmão, pecado que não é para morte, orará, e DEUS dará a vida aqueles que não pecarem para a morte. Há pecado para a morte, e por este não digo que ore. 1 Jo 5: 16

NÍVEIS DE MATURIDADE

1Jo 2:12, Filhinhos, escrevo-vos, porque pelo seu nome vos são perdoados os pecados. 13, Pais, escrevo-vos, porque conhecestes aquele que é desde o princípio. Jovens, escrevo-vos, porque vencestes o maligno. Eu vos escrevo, filhos, porque conhecestes o Pai. 14, Eu vos escrevi, pais, porque já conhecestes aquele que é desde o princípio. Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus está em vós, e já vencestes o maligno. 15, Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. 16, Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. 17, E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre. 1 Jo 2:12-17

·  João cita três níveis de maturidade espiritual: filhinhos, jovens e pais.

FILHINHOS

·  Filhinhos faz referencia a pessoas que tiveram uma experiência genuína com JESUS.

Eu vos escrevo, filhos, porque conhecestes o Pai.

·  Tiveram os seus pecados perdoados e conheceram experimentalmente ao pai através do novo nascimento.

·  Não sabem como desenvolver a fé, e são bem vulneráveis as armadilhas espirituais.

·  Mas podem contar com a misericórdia do Pai e com JESUS como advogado.

Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.

JOVENS

·  São aqueles que já demonstraram perseverança.

·  Não só nasceram de novo, mas estão espiritualmente fortalecidos.

·  Aprenderam a importância de orar no Espirito para andar no Espirito.

·  Aprenderam a desfrutar do Espirito Santo como Guia e como Mestre. Existe uma prática entre ter a unção e saber todas as coisas: oração no espirito.

E vós tendes a unção do Santo, e sabeis todas as coisas.

·  Por serem constantemente ensinados na palavra, pelo Espirito Santo, ela (a palavra) se tornou permanente neles.

·  Aprenderam a meditar e a proclamar a palavra em oração com uma fé edificada.

·  Qual é o resultado disto: É impossível a palavra permanecer em você, e você não vencer o maligno.

 Então os jovens são fortes, e a palavra de Deus está em vós, e já vencestes o maligno

PAIS

·  Os pais conhecem aquele que é desde o principio... “faz tempo”.

·  Eles são jovens a mais tempo. Venceram e continuaram a vencer o maligno, as suas seduções.

·  Pela perseverança adquiriram um caráter aprovado, e sabem discernir com clareza os sedutores e as seduções.

2:26, Estas coisas vos escrevi acerca dos que vos enganam. (outra tradução) 2:26, Eu vos escrevo estas advertências a respeito daqueles que vos querem seduzir.

·  Os  filhinhos ainda são vulneráveis, por isto o papai João escreveu a exortação abaixo:

I Jo 2:18 Filhinhos, esta é a última hora; e, conforme ouvistes que vem o anticristo, já muitos anticristos se têm levantado; por onde conhecemos que é a última hora. 19 Saíram dentre nós, mas não eram dos nossos; porque, se fossem dos nossos, teriam permanecido conosco; mas todos eles saíram para que se manifestasse que não são dos nossos. 20 Ora, vós tendes a unção da parte do Santo, e todos tendes conhecimento. 21 Não vos escrevi porque não soubésseis a verdade, mas porque a sabeis, e porque nenhuma mentira vem da verdade. 22 Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? Esse mesmo é o anticristo, esse que nega o Pai e o Filho. 23 Qualquer que nega o Filho, também não tem o Pai; aquele que confessa o Filho, tem também o Pai. 24 Portanto, o que desde o princípio ouvistes, permaneça em vós. Se em vós permanecer o que desde o princípio ouvistes, também vós permanecereis no Filho e no Pai. 25 E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna. 26 Estas coisas vos escrevo a respeito daqueles que vos querem enganar. 27 E quanto a vós, a unção que dele recebestes fica em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina a respeito de todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como vos ensinou ela, assim nele permanecei.

·  O processo de amadurecimento esta relacionado em discernir as seduções e os sedutores.

·  Os pais alertam, os jovens já discerniram e decidiram, mas os filhinhos ainda correm algum risco.

·  Entenda, toda pessoa que nasceu de novo é ungida, é um pequeno Cristo. 

E vós tendes a unção do Santo, e sabeis todas as coisas. 1 Jo 2:20

E a unção que vós recebestes DELE, fica em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas como a sua unção vos ensina todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como ela vos ensinou, assim NELE permanecereis. 1 Jo 2:27

·  Mas certamente existirá uma ação espiritual contraria ao processo de Deus na vida de cada pessoa nascida de novo.

·  Esta é a ação do anti-cristo.

·  João alerta que este espirito que se levanta contra os ungidos vai usar alguns que já abandonaram a congregação.

·  Entenda, naqueles dias havia uma Igreja na cidade!

19 Saíram dentre nós, mas não eram dos nossos; porque, se fossem dos nossos, teriam permanecido conosco; mas todos eles saíram para que se manifestasse que não são dos nossos.

·  O proposito é seduzir, matar a unção que veio pelo novo nascimento.

V26, Eu vos escrevo estas advertências a respeito daqueles que vos querem seduzir.

·  Naturalmente, como esta escrito, esta cilada apela para o que João chamou de “amor ao mundo”.

·  O que é o amor ao mundo?

·  São as paixões da carne: quando somos mais amigos dos prazeres do que de Deus.

·  A cobiça dos olhos: a inveja, o olho gordo, o desejo desmedido de adquirir coisas ou ate mesmo pessoas.

·  A soberba da vida: É mais do que gabar por desfrutar de realizações pessoais.

·  É a decisão de viver a vida por si mesmo.

·  Tudo bem, eu posso receber Jesus como meu salvador, mas na minha vida mando eu!

·  Existem pessoas que vão a igreja, oram, ofertam, mas nunca se entregaram.

·  Esta tentação os priva de experimentarem um plano perfeito de vida que Deus tem para elas.

·  Não querem lhe dar com as sua fraquezas, e se justificam o tempo todo.

·  Enquanto um novo Cristão não entrega a maneira de viver a vida para Deus, ele também fica vulnerável as paixões da carne e a cobiça dos olhos.

·  Só a vida no Espirito pode quebrar a ciranda do mundo.

·  O que vai nos projetar para amadurecer é uma entrega absoluta da nossa maneira de viver a Deus para experimentarmos crescimento espiritual.

·  Não é dizer da boca para fora: Senhor entrego minha vida para ti...

·  Estamos falando de nos expormos progressivamente a uma forma disciplinada de viver, buscando a Deus, orando no Espirito, adorando e meditando e proclamando a palavra através de uma fé edificada.

·  É assim que a palavra ganha prioridade nas nossas vidas e se torna permanente em nós, para nos defender, nos curar, nos suprir, em fim realizar os milagres que precisamos.

·  É assim que saímos de uma situação de risco e vamos experimentar um padrão de vida espiritual que João descreve como “o Amor do Pai”.

·  Ter o Amor do Pai é bem mais do que nascer de novo, é a compaixão que flui de uma vida espiritual desenvolvida e experimentada.

·  Este tipo de vida e experiência nos torna completamente estragados para o mundo, e naturalmente apaixonados por Deus e por tudo que Deus ama.

·  Paulo colocou desta forma:

Rom 5:1 Justificados, pois, pela fé, tenhamos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo, 2 por quem obtivemos também nosso acesso pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e gloriemo-nos na esperança da glória de Deus. 3 E não somente isso, mas também gloriemo-nos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a perseverança, 4 e a perseverança a experiência, e a experiência a esperança; 5 e a esperança não desaponta, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.

·  Você esta crescendo em direção ao Amor do Pai, um lugar onde você vai se sentir completamente seguro, satisfeito e suprido.

·  Edifique-se no espirito e boa jornada!

 

REFLEXÃO – material para a célula

 

1.    Como você avalia o seu crescimento espiritual? Poderia estar mais na frente?

2.    Qual é a oposição mais significativa contra a sua fé hoje em dia?

3.    Se tiver liberdade compartilhe uma experiência onde você venceu a sedução do mundo.

4.    Você se considera uma pessoa que realmente se entregou para viver a sua vida a maneira de DEUS?