Artigos


Escreve ao anjo da igreja de Éfeso: Isto diz aquele que tem na sua destra as sete estrelas, que anda no meio dos sete castiçais de ouro:Conheço as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua paciência, e que não podes sofrer os maus; e puseste à prova os que dizem ser apóstolos, e o não são, e tu os achaste mentirosos. E sofreste, e tens paciência; e trabalhaste pelo meu nome, e não te cansaste. Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres. Tens, porém, isto: que odeias as obras dos nicolaítas, as quais eu também odeio. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no meio do paraíso de Deus. Ap 2:1-7

·      No capitulo 1, aprendemos que o que fundamenta as Igrejas é a revelação de JESUS.

·      João viu as sete Igrejas (candelabros) através da revelação de JESUS.

·      Há sempre uma revelação especifica de JESUS para suprir o que falta a cada Igreja.

·      JESUS se apresentou a Igreja de Éfeso como aquele que tem na sua destra as sete estrelas, que anda no meio dos sete castiçais de ouro.

·      Aquele que confirma a Igreja, que vai de Igreja em Igreja. Que tem acesso e credibilidade diante dos lideres.

·      Creio que estas palavras apontam para um ministério apostólico de autoridade legitima que foi dada a Igreja de Éfeso.

·      Lembre-se que no verso 2, esta Igreja possui uma qualidade interessante: e que não podes sofrer os maus; e puseste à prova os que dizem ser apóstolos, e o não são, e tu os achaste mentirosos.

·      É preciso um apostolado legitimo para discernir um apostolado mentiroso.

·      Éfeso é uma Igreja com uma chamada apostólica legitima, e sem duvida se esforçava na sua chamada.

Conheço as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua paciência, e que não podes sofrer os maus; e puseste à prova os que dizem ser apóstolos, e o não são, e tu os achaste mentirosos.E sofreste, e tens paciência; e trabalhaste pelo meu nome, e não te cansaste.

·      Apesar de todas estas virtudes, estava acontecendo algo nesta Igreja que JESUS não podia suportar...

Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor.

·      Para JESUS, a Igreja de Éfeso reparar isto, era inegociável.

Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres.

·      Que peso tem estas palavras... tirarei do seu lugar o teu castiçal

·      O que JESUS queria dizer com isto? Cuidado! Não seja deslocado do seu proposito.

·      Sem intimidade, a Igreja acaba sendo removida do seu proposito original!

·      Porque remover um castiçal? Quando ele perde o seu proposito? Quando ele apaga!

·      O castiçal significa a Igreja... o fogo significa o Espirito Santo... o azeite, significa a manutenção diária, a busca que gera intimidade.

·      Não faz sentido, esforço e labuta fora do proposito.

·      Éfeso não era uma Igreja que faltava obras, ou trabalho, ou perseverança no desgaste que o trabalho acarreta.

·      Na verdade, a abordagem é clara: se esforçavam em fazer, mas perderam a intimidade com DEUS.

·      Estavam simplesmente fazendo no automático. Tinham as mãos, mas perderam o coração.

·      A exortação é: Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras.

·      O que JESUS quer dizer com primeiras obras? Pratica dos apóstolos: Mas nós perseveraremos na oração e no ministerio da palavra... At 6:4

·      Entenda, ELE estava falando de uma ocupação que não tinha nada haver com ativismo.

·      Porque tinha muito ativismo na Igreja de Éfeso.

·      JESUS estava falando sobre um tipo de ocupação, que tinha a finalidade de restaurar a intimidade! Voltar ao primeiro Amor.

·      Praticas espirituais e não obras, que produzem intimidade com DEUS, consciência da sua presença e inspiração profética.

·      João o Apostolo respirava isto.

O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que temos contemplado, e as nossas mãos tocaram da Palavra da vida(Porque a vida foi manifestada, e nós a vimos, e testificamos dela, e vos anunciamos a vida eterna, que estava com o Pai, e nos foi manifestada); O que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho Jesus Cristo. Estas coisas vos escrevemos, para que o vosso gozo se cumpra. 1 Jo 1:1-4

·      Ouvir, ver, contemplar, experimentar...

·      Quais são as praticas que estimulam isto?

·      Oração, jejuns, meditação, adoração... são praticas que restauram a nossa intimidade com DEUS.

·      Uma vez que você ouviu, viu (oração no espirito e meditação), contemplou (adoração), experimentou (creu), o que você vai fazer com isto?

·      É fundamental compartilhar, anunciar... porque a fé vem pelo ouvir.

·      João sabia que a Igreja avança quando ela tem comunhão com DEUS e uns com os outros.

·      Somos formados e formamos pelo principio da comunhão!

·      Como ele definiu comunhão? Compartilhar uns com os outros o que temos ouvido, visto e contemplado em DEUS.

·      Quando nós compartilhamos com outros o que a revelação de JESUS fez dentro de nós, eles são atraídos para o mesmo nível em DEUS que alcançamos.

·      É um amor contagiante, onde a sua alegria vai se cumprir! vamos experimentar um crescimento continuo.

·      A Igreja de Éfeso tinha este conselho...

Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos, Ef 6:18

·      Era preciso então: Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras.

·      Quando perdemos a intimidade, aos poucos ficamos vulneráveis a perder também o discernimento.

·      Éfeso tinha qualidades que poderiam ser comprometidas se o primeiro amor não fosse restaurado.

Tens, porém, isto: que odeias as obras dos nicolaítas, as quais eu também odeio.

·      O sentido etimológico da palavra “nicolaítas” = Aquele que domina sobre o povo.

·      São maus obreiros que são maus intencionados. Querem tirar proveito pessoal do rebanho.

·      Algumas exortações claras contra o nicolaísmo: At 20:30-35 ; 1 Pe 5:1-4 ; 3 Jo 1:8.

Apascentai o rebanho de DEUS, que está entre vós, tendo cuidado dele, não por força, mas voluntariamente; nem por torpe ganancia, mas de ânimo pronto; nem como tendo domínio sobre a herança de DEUS, mas servindo de exemplo ao rebanho. 1 Pe 5:2,3

·      Se um lider não assimilar o carater de servo, facilmente vai ferir as pessoas usando a sua influencia, o microfone, etc...

·      A doutrina dos Apostolos foi um pilar na edificaçao da Igreja do NT. Os Apostolos do NT se tornaram relevantes na doutrina porcausa do compromisso que tinham em praticar a presença de JESUS. Esta foi a chamada de JESUS para Pedro: se voce me ama, alimenta os meus cordeiros!

·      A doutrina dos Apóstolos no NT respeitava a unção, a função e a individualidade de cada um no corpo.

E vós tendes a unção do Santo e sabeis todas as coisas. 1 Jo 2:20

·      Entre ter a unção e saber todas as coisas precisa haver praticas espirituais que afloram a intimidade com DEUS. 

·      O verdadeiro apostolo na sua doutrina ministra alinhado com a unção que esta ensinando cada um pessoalmente.

·      Ele não conduz um discípulo ferindo o proposito que o Espirito Santo tem para aquela pessoa.

·      Ele não se sente dono de ninguém, ou superior a alguém.

·      Antes, ele serve pelo ministério da palavra para destrancar cada discípulo no dom que ela foi chamada.

·      E por fim existe uma recompensa para quem der ouvidos a exortação.

Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no meio do paraíso de Deus.

·      A restituição de tudo que o primeiro Adão perdeu.

·      É o fruto de uma intimidade aprovada.

·      As duas arvores no jardim apontam para duas naturezas, uma que apenas te da acesso a uma perspectiva humana, natural da vida, onde somos facilmente iludidos e enganados, e outra, que  te permite ter relacionamento e intimidade com Deus, onde você é filho e o seu fruto é vida, e vida em abundancia!!!

No Amor do Cordeiro,

Ap Túlio De Souza Borges