EscolhasEscolha

 

Salmos 119:30

Escolhi o caminho da fidelidade, me decidi pelos teus juízos.

 

A escolha, ou o livre arbítrio foi colocado no coração do homem desde a sua criação. O homem é um ser criado para pensar e para decidir.

 

Deuteronômio 30:19

Os céus e a terra tomo hoje por testemunhas contra vós, de que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe pois a vida, para que vivas, tu e a tua descendência.

 

Os animais agem por instinto. Os homens também têm instintos, porém agem racionalmente, isso é, pensam para agirem. Além disso, os homens são seres imortais, os animais não. A Bíblia diz que todos sairemos dos túmulos (algo além do que a morte física) e seremos julgados (João 5:28-29)

 

A questão aqui é: O que vai definir seu futuro na Eternidade? Sem dúvida a resposta é: as suas ESCOLHAS.

 

Qual é a vontade de Deus? A vontade do Criador é que o homem O escolha, escolha passar a eternidade na Vida, na presença Dele.

 

I Timóteo 2:4-6

Deus deseja que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade.

 

E qual é essa verdade?

O texto continua...

Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.

O qual se deu a si mesmo em preço de redenção por todos...

 

Agora... Existem os grandes inimigos dessa escolha.

 

A Bíblia nos alerta sobre esses inimigos. Vamos ver os maiores inimigos da escolha certa, os maiores inimigos de você escolher a Deus.

 

1) Mamom = Dinheiro/Cobiça

 

Mateus 6:24

Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.

 

Deus o coloca como um rival.

 

I Timóteo 6:10

Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.

 

Eclesiastes 5:10

Quem amar o dinheiro jamais dele se fartará; e quem amar a abundância nunca se fartará da renda; também isto é vaidade.

 

Mateus 13:22

E o que foi semeado entre espinhos é o que ouve a palavra, mas os cuidados deste mundo, e a sedução das riquezas sufocam a palavra, e fica infrutífera...

 

Esta é a marca das pessoas presas a cobiça, a falta de fruto no reino. Elas até conhecem a Palavra de Deus, mas não há transformação de caráter e frutos no reino de Deus.

 

A Pesquisa nos EUA

Se o dinheiro é o medidor do coração, então este estudo revelou que o dinheiro está no coração da maioria dos americanos.

 

Em troca de 10 milhões de dólares...

•25% dos americanos abandonariam suas famílias

•25% dos americanos abandonariam suas igrejas

•23% se prostituiriam por uma semana

•16% abririam mão de sua cidadania americana

•16% deixariam seu cônjuge

•13% colocariam seus filhos para adoção

 

Jesus tem uma palavra para isso: Cobiça.

Jesus também tem uma definição para a cobiça: A prática de medir a vida pelos bens.

A cobiça equipara o valor da pessoa ao valor da carteira da pessoa.

Você possui muito= você é muito. Você possui pouco= você é pouco.

 

Fica aqui uma dica para você:

Se qualquer coisa custar a sua fé ou a sua família, saiba que este é um preço alto demais.

 

Tem muitas pessoas fazendo a escolha errada por muito menos de 10 milhões de dólares:

- Tem gente trocando a igreja pelo prazer...

- Tem outros trocando o cônjuge e a família pela aventura ou pela incerteza.

- Alguns não entregaram os filhos para adoção, mas não abrem mão de um trabalho e horas extras em prol dos filhos.

 

Lembre-se:

Se qualquer coisa custar a sua fé ou sua família, saiba que esse é um preço alto demais.

Qual tem sido a sua escolha?

 

Outro inimigo da escolha certa:

 

2) O mundo

 

1 João 2:15-17

Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.

 

Entendendo melhor:

- Concupiscência da carne = apetite maligno da carne (sensualidade / brigas / maledicência / preguiça / etc.)

- Concupiscência dos olhos = materialismo avarento e transitório. Cobiça.

- Soberba da Vida = Orgulho da vida sem Deus. Independência, humanismo.

 

Tiago 4:3-4

Pedis, e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites. Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.

 

O Pai não nos criou para escolhermos o mundo. Ele deseja que O escolhamos.

 

Em João 8:23 Jesus disse:

E dizia-lhes: Vós sois de baixo, eu sou de cima; vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo.

 

Jesus esteve no mundo, mas suas escolhas apontavam claramente de Quem Ele era. Ele era do Pai. O melhor conceito que podemos trazer neste momento é o do "peregrino". Um peregrino não pode acumular muitas coisas, pois nem "cabe" em sua mochila. O Senhor quer nos prosperar, mas não quer que fiquemos apegados às coisas deste mundo.

 

 

3) Ego

 

Chegamos ao maior inimigo de nossas escolhas, nós mesmos!

À medida que caminhamos com Jesus, percebemos que Mamom (ou o diabo) e o mundo não são inimigos tão difíceis de vencer.

 

Nosso maior inimigo se chama "carne". Não é algo externo, mas está em nós mesmos.

 

Jesus venceu o Mundo e nos deu tudo para o vencermos. Jesus venceu o diabo e nos deu Sua autoridade para o subjugarmos também. Mas o "problema" é que Jesus não invade nosso coração, não passa por cima da nossa vontade.

 

E este é um dos maiores erros dos seres humanos: a falta de vontade de fazer a escolha certa, uma vez que a decisão é sempre nossa.

A verdade é que não estamos muito dispostos a pagar o preço das escolhas certas. O caminho da perdição é largo e espaçoso e sabemos que esta é a escolha errada, mas é o que a maioria dos cristãos escolhem.

Sabemos que a escolha certa normalmente nos leva a andar por caminhos difíceis.

 

A luta do apóstolo Paulo:

 

Romanos 7:15-24

Porque o que faço não o aprovo; pois o que quero isso não faço, mas o que aborreço isso faço. E, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa. De maneira que agora já não sou eu que faço isto, mas o pecado que habita em mim. Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem. Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço.Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim. Acho então esta lei em mim, que, quando quero fazer o bem, o mal está comigo. Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus; Mas vejo nos meus membros outra lei, que batalha contra a lei do meu entendimento, e me prende debaixo da lei do pecado que está nos meus membros. Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte?

 

E o texto continua, pois só Jesus Cristo pode nos fortalecer para que escolhamos fazer o que é certo.

 

Romanos 7:25

Dou graças a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor. Assim que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado.

 

E você? Qual a sua escolha?

Decida-se hoje!!!

 

Escolhi o caminho da fidelidade, me decidi pelos teus juízos.

Salmos 119:30

 

Pastor Vinícius Portes de Souza

Ministério Internacional Ágape

 

Palavra ministrada no dia 24/10/2010