A virtude de cederrEPARTIR

 

Tiago 4:7

Sujeitai-vos, pois, a Deus; mas resisti ao Diabo, e ele fugirá de vós”.

 

Romanos 6:11 a 13

 “Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus, em Cristo Jesus. Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para obedecerdes às suas concupiscências; nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado como instrumentos de iniqüidade; mas apresentai-vos a Deus, como redivivos dentre os mortos, e os vossos membros a Deus, como instrumentos de justiça”.

 

Ceder é uma virtude. O ato de ceder é marca de maturidade e está muito relacionado com o caráter de Jesus.

 

Muitas pessoas não percebem o quanto nós, seres humanos, somos limitados. Existem certos momentos que sentimos que chegamos ao nosso limite. Até mesmo dentro do ministério que Deus nos deu. Parece que os talentos, as motivações, tudo se esgota! E é nesse momento que o Senhor nos lembra que o Poder de Deus é aperfeiçoado na nossa fraqueza.

 

Amados, o tratamento de Deus é longo nas nossas vidas. E é por isso que devemos ter um coração tratável diante de Deus!

 

Muitas vezes o tratamento de Deus vem através de relacionamentos difíceis. Você está disposto a lidar com pessoas difíceis?

 

O que fazemos com as pessoas fracas à nossa volta?

 

Romanos 15:1

“Ora nós, que somos fortes, devemos suportar as fraquezas dos fracos, e não agradar a nós mesmos”.

 

Essa é a marca bíblica da força: a capacidade de suportar a fraqueza do outro.

 

Amado irmão, quando Deus planta pessoas difíceis à sua volta é porque Ele quer fazer de você um líder forte!

 

Uma pessoa forte (espiritualmente) é aquela que é capaz de lidar e suportar em amor a fraqueza dos outros. Com certeza o nosso modelo é Jesus. Ele suportou tudo por nós!

 

Muitas vezes sentimos prazer e satisfação em sempre ter uma resposta para tudo. Mas, sinceramente, para isso você não precisa ter muita força espiritual. A nossa força é medida na proporção que estamos dispostos a carregar a fraqueza do outro.

 

O mundo prega a lei do mais forte: o mais forte sobrevive, enquanto o mais fraco morre. Porém, essa não é a lei bíblica!

 

Existem pessoas dentro da igreja que só querem caminhar com quem já está “pronto”. Pessoas que desejam liderar outros que tornarão sua vida ainda mais fácil. Jesus, o nosso referencial, não veio ministrar aos rabinos, sabedores da lei, não. Ele veio pregar as Boas Novas aos pobres, iletrados, e fazer deles homens fortes em Deus!

 

A Bíblia nos mostra a história de Davi e dos seus valentes. Davi teve o enorme desafio de liderar e transformar 400 homens endividados, problemáticos e rejeitados pela sociedade da época. Esse exercício de trabalhar na vida desses homens não só os transformou como tornou Davi um dos líderes mais fortes de Israel!

 

Não devemos agradar a nós mesmos. Quando aprendemos a abrir mão dos nossos desejos para o outro, nos tornamos realmente felizes!

Para ter sucesso genuíno você deve decidir aborrecer a você mesmo para agradar a Deus.

 

O Senhor Jesus nos ensinou que a primeira coisa que devemos fazer é “negue-se a si mesmo”.

 

Lucas 9:23

“Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome cada dia a sua cruz, e siga-me”.

 

Negar a si mesmo é o mesmo que saber dizer “NÃO” às suas vontades. Muitas vezes não queremos aplicar a cruz de Jesus dia a dia nas nossas vidas. Cada dia é uma oportunidade para você aplicar a cruz de Cristo na sua vida!

 

Mas, afinal, o que é a cruz? A cruz nada mais é do que o lugar onde a sua vontade conflita com a vontade de Deus. É o lugar de se entregar totalmente.

 

Para de fato fazermos a vontade de Deus, muitas vezes teremos que dizer não para a nossa vontade.

 

João 10:17

“Por isto o Pai me ama, porque dou a minha vida para a retomar. Ninguém ma tira de mim, mas eu de mim mesmo a dou; tenho autoridade para a dar, e tenho autoridade para retomá-la. Este mandamento recebi de meu Pai”.

 

Nesta passagem, Jesus deixa bem claro que ninguém tirou sua vida pela força, mas que Ele a entregou. A cruz não é obrigatória, irmão. A cruz é algo voluntário. Você deve escolher tomá-la.

 

Por mais que alguns discordem, a cruz não é seu esposo, sua esposa, filho ou sogra! A cruz é o lugar onde você decide abrir mão da sua vontade para agradar a Deus.

 

Hoje, o que o Senhor te pede? Ele quer te dar a paz da entrega!

 

Um homem que aprendeu a ceder: Abraão

 

Genesis 12:1

Ora, o Senhor disse a Abrão: Sai-te da tua terra, da tua parentela, e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei.”  

 

Abrão foi parcial com Deus. Apesar de sair de sua terra, ele levou consigo o seu pai e o seu sobrinho Ló. Enquanto Abraão não obedeceu totalmente a ordem do Senhor, ele chegou até metade do caminho.

 

Aqui o pai representa os caprichos pessoais que nós agarramos e que não queremos soltar.

 

Em Genesis 7:4, podemos entender claramente que Abraão só entra na terra da promessa após o falecimento do seu pai.

 

Mais à frente, vemos Ló se apartando de Abraão (Ló significa véu). Desde então, Abraão passa a ver a terra da promessa, antes oculta aos seus olhos.

 

Observe: primeiro Abraão precisou entrar no princípio de ceder para depois receber a herança do Senhor!

 

A fé não é uma condição estática, ela é dinâmica! É um caminhar onde depois de cada passo há mais um!

 

A fé de Abraão foi progressiva. A sua entrega em Genesis 22 não poderia ser feita se Abraão fosse o mesmo homem de Genesis 12.

 

A única oferta que tem valor é aquela que é feita em obediência. E a obediência, segundo Deus, deve ser completa, instantânea e feita com alegria!

 

Em Cristo,

 

Apóstolo Túlio de Souza Borges

Ministério Internacional Ágape

 

Palavra ministrada em 21/03/2010